sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Contos do Nosso Povo

Entre as histórias que muitos contam e personagens que não morrem nunca, lembro-me como agora a pouco do irreverente, de boa postura e pescador Jorge Crisanto. Tio Jorge, irmão do Vô Nezinho, Tia Antonia, Tio João (que não conheci) e Tio Amélio, lá da Palmeirinha do Bom Jesus, ou Bom Jesus da Palmeirinha. Levava sempre consigo a mentira verdadeira contada a quem quisesse ouvir, tivesse de bom tempo ou não tão bom assim. Coisa de pescador. Dentre uma delas, lembro-me de quando perguntei se ainda tinha muitos cachorros em sua casa, o que era de seu costume, e prontamente tive como resposta

"Ê! Cachorro? Tenho muito, meu filho! Pois esses dias saí pra caçá e chamei que viessem junto pra me ajudá... E vieram tudo em fila. Pois não havera de vê que depois de ter ficado a tarde inteira no mato, quando tava chegando em casa ainda tinha cachorro saindo..."
Se você tem algumas dessas histórias pra contar envie para delcioramos@superig.com.br e ela será avaliada, editada e publicada no “Atividades Culturais de Matinhos.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Canção de Matinhos


Letra: Francisco Pereira da Silva
Música: Angelo Antonelo
I
Ó berço romântico, de ingênuo fulgor.
Ó filha do Atlântico, ó paraíso em flor.
Na calma que anseias, escrínio do mar.
As tuas sereias são jóias sem par.
Princesa do mar, de amenos caminhos.
Eu quero cantar tuas glórias Matinhos.
II
Na azul madrugada, tu a cintilar.
És sonho de fada que o sol faz dourar
Nas noites serenas, secreto rumor.
Escuta-se apenas, o mar teu cantor.
Princesa do mar, de amenos caminhos.
Eu quero cantar tuas glórias Matinhos.
III
Doçura sem conta, propício rincão.
Oásis que aponta a vasta amplidão
Teu mar sem fronteiras, excelso e viril.
Em ondas brejeiras, te beija sutil.
Princesa do mar, de amenos caminhos.
Eu quero cantar tuas glórias Matinhos.
IV
Sem torvos cuidados, ó praia feliz.
Em ti namorados passeiam tão gentis.
Com rútila vida, mais bela não há.
Matinhos querida, gentil Caiobá.
Princesa do mar, de amenos caminhos.
Eu quero cantar tuas glórias Matinhos.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Um pouco da História de Matinhos

Entre Caiobá e Pontal do Sul, a praia arenosa é interrompida, por algumas dezenas de metros, por um costão rochoso de altura insignificante. Nesse local, quem viajava de Paranaguá a Guaratuba pela orla marinha era obrigado a deixar a praia e atravessar um trecho de restinga de pouco mais de 100 metros, para então retornar à praia até chegar a Caiobá. Esse trecho arenoso de mata baixa(mata de restinga, rica em epífitas) era conhecido como Matinho(sem o “s”). Em suas imediações, ao norte, desaguava um pequeno rio, que recebia topônimo homônimo. Era o Rio Matinho, já referido em 1820 por Saint Hilaire, atualmente retificado e canalizado.

A designação de Matinho, usual naqueles tempos, encontra-se nos mapas antigos. Mais modernamente o nome foi alterado para Matinhos. Os primeiros vestígios da presença do homem na região foram encontrados no Sambaqui de Matinhos. Trata-se de remanescentes culturais de um povo que viveu no litoral do Paraná aproximadamente entre 3.000 e 5.000 anos passados, muito antes da presença do índio carijó.

Com a ocupação do território pelos portugueses, houve a miscigenação das culturas indígena e européia, que deu origem ao caboclo. Muito pouco se sabe a respeito da história da região de Matinhos e de seus primeiros povoadores, cujos descendentes aí viviam no início do estabelecimento dos balneários de Caiobá e Matinhos.
Isolados do resto do estado, os caboclos conservavam certos traços culturais herdados do indígena e do elemento lusitano. As enormes dificuldades de sobrevivência tornaram seu modo de vida extremamente simples, sem maiores preocupações artísticas com os utensílios do dia a dia, além daqueles de sua utilização prática.


Com o crescimento dos balneários, muita tradições caboclas desapareceram, como o estilo das casas, os aspectos da cozinha, o engenho de mandioca, etc. A tradição da pesca adaptou-se as novas exigências da comunidade.

A canoa à remo e à vela foi substituída pela de motor 2 tempos. Matinhos ficou sob a administração de Guaratuba até 31 de julho de 1938, quando o município homônimo foi extinto e anexado ao de Paranaguá. Ao ser restabelecido em 11 de outubro de 1947, o Município de Guaratuba perdeu a região de Matinhos, que ficou no território parnanguara. No dia 12 de junho de 1967 foi promulgada a lei de emancipação do Município de Matinhos, que foi formalmente instalado em 19 de dezembro de 1968.
A paisagem do Município de Matinhos é diversificada, compreendendo parte do maciço montanhoso da Serra da Prata e amplas áreas da planície costeira da Praia de Leste. Cada conjunto apresenta características próprias do ponto de vista geográfico, geológico e dos recursos naturais renováveis e não renováveis.

Programa "FALA SÉRIO!!"

Com início no dia 03 de Novembro, a Casa da Cultura estará promovendo todas as Terças-Feiras, das 16:00 às 18:00 Horas, um bate papo com temas variados aos adolescentes de Matinhos.

O programa tem por objetivo proporcionar aos alunos, da rede estadual de ensino, uma discussão aberta sobre temas de maior relevância nesta faixa etária como: educação, família, comportamento, casamento, profissão, sexualidade, responsabilidade social, drogas, política, entre outros.

Serão convidados profissionais especializados nos assuntos específicos para dirigir a conversa e dar o parecer final.

É de extrema importância lembrar que o programa está dirigido aos adolescentes com idade mínima de 14 anos e que devem levar documento para comprovar a idade na entrada do evento.

SESC apresenta teatro em Matinhos

O SESC, em parceria com a Prefeitura Municipal de Matinhos, trouxe a Matinhos uma peça teatral apresentada aos alunos do Complexo Educacional Francisco dos Santos Júnior. A apresentação do espetáculo de bonecos "A Cigarra e a Formiga", faz parte do Projeto Cena Independente, realizado pelo SESC Paranaguá, que tem por objetivo incentivar a produção cultural dos grupos de artes visuais, musicais e de teatro, além de proporcionar aos estudantes da rede municipal de ensino e comunidade em geral o acesso a essa programação. Além de Matinhos, o espetáculo foi apresentado também em Paranaguá, Pontal do Paraná e Guaratuba.

"A Cigarra e a Formiga" é a história clássica escrita por Esopo, há cerca de dois mil anos , que retrata o conflito entre uma formiga "trabalhadora" e uma cigarra "sossegada". A peça, uma adaptação da Cia Ti Biri Bão de teatro coloca no palco dois atores manipuladores que questionam a fábula ao confrontar duas tentativas de contar a mesma história.

O espetáculo tem direção do ator-manipulador, dançarino e pesquisador Ivan Araujo, e também a participação do ator e pesquisador Eduardo Schotten.

De um modo geral o espetáculo foi imensamente elogiado pelos professores e alunos do Complexo Escolar que pedem para que se repita outras vezes a apresentação de trabalhos como esse, com tão grande profissionalismo e talento.

Matinhos agradece ao empenho da Sra. Vera Lúcia Viero da Silveira, Gerente Executiva do SESC Paranaguá, e ao grupo de teatro pela grande colaboração cultural.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Já são quase 300 USUÁRIOS DIRETOS!

A CASA DA CULTURA DE MATINHOS iniciou suas atividades no dia 12 de Junho deste ano somando hoje um pouco mais de 4 meses de trabalho. Aos poucos os espaços foram sendo adequandos e os cursos e oficinas introduzidos na agenda da casa. Além das atividades de apredizagem específica também conta com grupos de ensaios, integração, apoio e convivência. Atualmente já conta com quase trezentos usuários diretos, além das reuniões, apresentações artísticas, visitantes dos Salões de Artesanato e Artes, grupos de encontros esporádicos e instrutores voluntários. Em apenas um recital foram 112 pessoas reunidas num evento só. Esta conquista em busca da reconstrução da Cultura de Matinhos mostra a determinação e trabalho integrado do Departamento de Cultura na responsabilidade do Diretor Delcio Ramos; da Secretaria Municipal de Educação Esporte e Cultura que tem como Secretário Eduardo Fofonca; e do gabinete do Prefeito Eduardo Dalmora. Para chegar a este número a Casa da Cultura conta com:
  • 28 Artesãos no Salão de Artesanato e Artes Manuais
  • 06 Artesãos na Sala Arte sem Fronteiras (UFPR)
  • 18 Alunos no Curso de Inglês
  • 08 Alunos no Curso de Bonecos
  • 35 Integrantes no Coral Municipal de Matinhos
  • 20 Integrantes no Grupo de Apoio aos Hipertensos e Diabéticos
  • 08 Alunos na Oficina de Crochê Básico
  • 20 Alunos na Oficina de Pintura em Tecido
  • 08 Alunos na Oficina de Pintura em Tela
  • 30 Integrantes no Grupo da Terceira Idade
  • 30 Integrantes da Roda de Capoeira
  • 30 Alunos no Curso de Teatro
  • 12 Alunos na Oficina de Artesanato em E.V.A.
  • 12 Alunos no Curso de Fandango
  • 10 Expositores no Salão de Artes
  • 15 Praticantes do Grupo de Yoga

No período de alta temporada a Casa da Cultura permanecerá aberta, porém com exposições, divulgação e comercialização do artesanato local e oficinas curtas para a população fixa e flutuante, além dos grupos que continuam seus ensaios.

Outros sites com informações de Matinhos:

Site Oficial: www.matinhos.pr.gov.br

Matinhos. Ame-a ou deixe-a!: www.matinhoscaioba.blogspot.com

Rádio Ativa FM de Matinhos ao vivo: www.ativafmmatinhos.com.br




terça-feira, 20 de outubro de 2009

Palestra sobre Escotismo

O Grupo "Escoteiros do Brasil" através do Escritório Regional de Cutitiba esteve presente no último dia 20 na Casa da Cultura para uma explanação sobre todo o trabalho desenvolvido em seus grupos e a formalização da criação do Grupo Caiçara de Matinhos. Nos planos se prevê a estruturação de todas as formalidades e definição dos adultos que acompanharão o grupo até a primeira quinzena de dezembor o o início das atividades, provavelmente em fevereiro de 2010. Acredita-se que devido ao movimento de temporada fica impossível a inicialização de qualquer projeto de processo contínuo já em janeiro. É importante lembrar que as vagas serão limitadas e que a participação dos pais é imprecendível. A próxima reunião acontecerá no dia 30 (Sexta-Feira), às 20:00 Horas, na Casa da Cultura de Matinhos, apenas para os pais.

Grupo de Yoga da Casa da Cultura


A procura pela atividade de Yoga foi significativa. O grupo já conta com mais de 15 praticantes e já pensa em expandir para turmas no período da manhã com outros instrutores. As vagas para estas turmas estarão disponibilizadas a partir da segunda quinzena de novembro. Por enquanto o único horário disponível para esta atividade é na Terça-Feira, às 20:00 Horas, ainda com vagas abertas.

1ª Conferência Intermunicipal da Cultura


Aconteceu no último dia 20 a 1ª Conferência Intermunicipal de Cultura realizada no Município de Pontal do Paraná com a participação dos municípios e Guaratuba, Matinhos e o anfitrião. O principal objetivo deste evento foi reunir os representantes do poder público e sociedade civil para criar as propostas e apresentar na Conferência Estadual e Nacional norteando o andamento da cultura do país nos próximos dez anos. Também ficou definida nesta conferência, através dos votos dos presentes, a delegação que representará Matinhos na etapa estadual e a comissão para a criação e formalização do Conselho Municipal de Cultura. A convocação para o conferência foi feita através de comunicados em painéis, e-mails a todas as escolas municipais e colégios estaduais, bem como informativos locais e rádio. A delegação ficou assim constituída: Delcio Ramos (Governamental), Geny Cunha (Sociedade Civil) e Henrieth Brunkhorst (Sociedade Civil). A comissão para criação do conselho ficou formada pelo Diretor de Cultura Delcio Ramos (presidente), Jean Carlos Freire da Silva (governamental), Geraldo Freire da Silva (instituição) e Joceli Knauber (usuário da cultura). A Conferência Estadual acontecerá no dia 06 de Dezembro em Campo Mourão.
Para o litoral esta Convenção foi uma grande prova de que a integração e participação é o caminho para se obter novos horizontes, novas conquistas... A 9ª Regional prevê que tenhamos mais de 20 delegados representando seus municípios e, com isso, fazer valer os anseios e expectativas dos "fazedores de cultura" do Litoral do Paraná.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Gastronomia Matinhense

Com o objetivo de proporcionar a integração entre os membros do Coral Municipal, a Casa da Cultura promove, uma vez ao mês, um jantar de confraternização. Com a colaboração dos própios integrantes o evento já está ficando conhecido e abrindo as portas para convidados. Com isso também se prevê para, posteriormente, iniciar a degustação de pratos típicos do liroral, mais especificadamente do município de Matinhos. Esse já o terceiro jantar que acontece na Casa e promete ser mais um grande evento sócio-cultural da cidade. No próximo já se prevê a abertura para os que tiverem interesse em participar e experimentar as maravilhas da culinária matinhense.

Mas, afinal, o que é CULTURA?

É comum dizermos que uma pessoa não possui cultura quando ela não tem contato com a leitura, artes, história, música, etc. Se compararmos um professor universitário com um indivíduo que não sabe ler nem escrever, a maior parte das pessoas chegaria à conclusão de que o professor é “cheio de cultura” e o outro, desprovido dela.

Mas, afinal, o que é cultura? Para o senso comum, cultura possui um sentido de erudição, uma instrução vasta e variada adquirida por meio de diversos mecanismos, principalmente o estudo. Quantas vezes já ouvimos os jargões “O povo não tem cultura”, “O povo não sabe o que é boa música”, “O povo não tem educação”, etc.? De fato, esta é uma concepção arbitrária e equivocada a respeito do que realmente significa o termo “cultura”. Não podemos dizer que um índio que não tem contato com livros, nem com música clássica, por exemplo, não possui cultura. Onde ficam seus costumes, tradições, sua língua?

O conceito de cultura é bastante complexo. Em uma visão antropológica, podemos o definir como a rede de significados que dão sentido ao mundo que cerca um indivíduo, ou seja, a sociedade. Essa rede engloba um conjunto de diversos aspectos, como crenças, valores, costumes, leis, moral, línguas, etc. Nesse sentido, podemos chegar à conclusão de que é impossível que um indivíduo não tenha cultura, afinal, ninguém nasce e permanece fora de um contexto social, seja ele qual for. Também podemos dizer que considerar uma determinada cultura (a cultura ocidental, por exemplo) como um modelo a ser seguido por todos é uma visão extremamente etnocêntrica.

Conferência Intermunicipal da Cultura

Acontecerá neste dia 20 (Terça-Feira), com início às 14:00 Horas, a Conferência Intermunicipal da Cultura que contará com a participação dos municípios de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná. É muito importante que os grupos culturais participem do evento através de seus representantes, bem como qualquer pessoa interessada no desenvolvimento da Cultura de Matinhos. A Conferência será realizada na Casa da Cultura de Pontal do Paraná, no Balneário de Ipanema. A Prefeitura Municipal de Matinhos estará disponibilizando um ônibus para o transporte até o local desde que seja reservada a vaga através do fone 3971-6259.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Programa da Casa da Cultura de Matinhos

- Domingo:
Das 10:00 às 18:00 Horas - Exposição e Comercialização de Artesanato LocalEventos Artísticos

- Segunda-Feira:
Das 10:00 às 18:00 Horas - Exposição e Comercialização de Artesanato Local
08:30 - Curso de Inglês Básico para Crianças
10:00 - Curso Pré-Vestibular de Inglês
13:30 - Curso Pré Vestibular de Inglês
15:00 - Curso de Inglês Básico
18:00 - Curso de Confecção de Bonecos
19:00 - Curso de Qualidade e Empreendedorismo aos Artesãos da Casa da Cultura
20:00 - Ensaio do Coral Municipal

- Terça-Feira:
Das 10:00 às 18:00 - Exposição e Comercialização de Artesanato Local
09:00 - Grupo de Atividades Físicas para Terceira Idade e Hipertensos
14:00 - Oficina de Crochê
16:00 - Oficina de Pintura em Tecido - Básico
18:00 - Curso de Teatro
20:00 - Prática de Yoga

- Quarta-Feira:
Das 10:00 às 18:00 - Exposição e Comercialização de Artesanato Local
14:00 - Oficina de Pintura em Tecido - Avançado
15:00 - Curso de Inglês Básico
18:00 - Curso de Teatro
20:00 - Ensaio do Coral Municipal

- Quinta-Feira:
Das 10:00 às 18:00 - Exposição e Comercialização de Artesanato Local
14:00 - Grupo de Terceira Idade - Atividades Culturais
15:00 - Reunião do Grupo da Terceira da Casa da Cultura
18:00 - Curso de Artesanato em E.V.A.

- Sexta-Feira:
Das 10:00 às 18:00 - Exposição e Comercialização de Artesanato Local
08:30 - Curso de Inglês Básico para Crianças
10:00 - Curso Pré-Vestibular de Inglês
13:30 - Curso Pré Vestibular de Inglês
16:00 - Oficina de Pintura em Tela
18:00 - Roda de CapoeiraEventos Artísticos

- Sábado:
Das 10:00 às 18:00 - Exposição e Comercialização de Artesanato Local
14:00 - Curso de Fandango
16:00 - Grupo de Escoteiros (em formulação)Eventos Artísticos

Outras informações podem ser obtidas através dos fone (41) 3971-6259 ou no atendimento da Casa da Cultura, na Rua Albani Muller, 111 (antigo Fórum)

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Festa da Primavera: Festival da Música

Nos dias 16 e 17 será realizado o Festival da Música Popular na Festa da Primavera. Não será feito julgamento por faixa etária ou estilo musical e serão escolhidos os três melhores na classificação geral, tendo como premiação:

1º Lugar: R$ 150,00 e troféu

2º Lugar: R$ 100,00 e troféu

3º Lugar: R$ 50,00 e troféu


Os candidatos devem procurar as inscrições na Casa da Cultura na Quinta e Sexta-Feiras das 14:00 às 18:00 Horas.


Não há taxa de inscriçao!!


Yoga na Casa da Cultura

Yoga é uma antiga filosofia de vida que se originou na Índia há mais de 5000 anos. Não obstante, ele figura ainda hoje em todo o mundo como o mais antigo e holístico sistema para colocar em forma o corpo e a mente. Literalmente, Yoga significa união pois ele une e integra o corpo, a mente e nossas emoções para que sejamos capazes de agir de acordo com nossos pensamentos e com o que sentimos. O Yoga nos induz a um profundo relaxamento, tranqüilidade mental, concentração, clareza de pensamento e percepção interior juntamente com o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade.

Quais os Efeitos do Yoga?

O Yoga atua em todos os níveis do nosso ser: físico, mental e emocional. Mas o que torna o Yoga único é o fato dele não apenas alongar todas as partes do corpo, mas também massagear os órgãos internos e as glândulas. Ele coordena o sistema respiratório com o corpo físico, relaxa os músculos e a mente, estimula a circulação e aumenta a provisão de oxigênio em todos os tecidos. As costas, peito, sistema digestivo e pulmões são os mais beneficiados pelos exercícios e o resultado é que o processo de enrijecimento devido à inatividade, o cansaço, a postura incorreta e o envelhecimento é revertido. A prática regular do Yoga garante uma qualidade de vida muito melhor, livre dos efeitos nocivos da correria e da tensão do cotidiano.


O Que é Necessário para Obter esses Efeitos?

Diferente do que muita gente pensa, não é necessário acreditar em nada exótico para praticar Yoga e receber seus benefícios. Tudo o que você precisa é praticá-lo com regularidade e empenho. A constância no Yoga opera verdadeiros milagres em nosso corpo e em nossa vida. Os exercícios são simples e você os conquista gradualmente, respeitando o seu ritmo próprio.


Os exercícios de Yoga estão sendo feitos todas as Terças-Feiras, às 20:00 Horas, no Salão de Artes da Casa da Cultura.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Nossa Senhora Aparecida é homenageada na Festa da Primavera

No dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, a programação da Festa da Primavera ficou por conta da Igreja Católica, que não mediu esforços em proporcionar ao público momentos de muita religiosidade. Durante o período da tarde a crinçada pôde se divertir no parque e com uma gincana realizada pela Associação dos Amigos da Copiosa Redenção. O programa católico iniciou com a missa festiva celebrada pelos Padres Mansueto e Emerson na própria Igreja. Numa demonstração de fé, logo após a missa, os devotos seguiram em procissão luminosa ao redor da praça central até o palco da festa para a grande benção e show da Irmãs da Copisosa Redenção de Ponta Grossa. O público participou com muita alegria e descontração do repertório animado das irmãs. Durante o show também foi anunciado que a Festa, por seu sucesso, será mantida até o Domingo próximo com shows, festival de música e diversões. As inscrições para o festival de música popular pode ser efetuado a partir de amanhã na Casa da Cultura de Matinhos, no horário das 14:00 às 18:00 Horas. Também está prevista mais uma "Missa da Copiosa" para esta Quinta. Aqueles que ainda não se fizeram presente terão a oportunidade de prestigiar o grande Sucesso da Festa da Primavera de Matinhos.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Mais uma noite Gospel na Festa da Primavera

A Festa da Primavera de Matinhos contou com mais um dia com público lotado e shows com bandas gospel. A Banda Unidade fez a abertura da programação de palco seguido das apresentações de rappers e dança da Igreja Batista Independente.
Como show principal a "Big Band Jazz Show" do exército de Curitiba mostrou sua singular qualidade musical com um repertório de músicas evangélicas. As barracas cedidas para as instituições como Capela de São Sebastião do Sertãozinho, Capela de Sant'Ana de Caiobá, Associação de Bairro da Vila Nova e Associação dos Amigos da Copiosa Redenção também comercializaram seus produtos contando com voluntários dedicados as suas causas. A festa também vem contando com uma total segurança feita pela Polícia Militar e Guarda Municipal. A sonorização e efeitos de palco está sendo feita pela empresa Gerasom. O Departamento de Cultura coordena a programação de palco e os trabalhos das barracas institucionais. Hoje a Festa fica por conta da Igreja Católica que dedicará o dia para a comemoração ao Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

domingo, 11 de outubro de 2009

Dia Gospel na Festa da Primavera de Matinhos

video

O Sábado da Festa da Primavera de Matinhos foi um grande momento Gospel. A emoção do "Cantar para Deus" junto à competência indiscutível da musicalidade que vem sido desenvolvida nesta atividade religiosa fez lotar de público o evento promovido pela Provopar e Prefeitura Municipal de Matinhos. A presença dos padres, pastores e bispos evangélicos também foi uma demonstração de participação e apoio ao evento cultural e religioso. As barracas e o parque de diversões já iniciaram o atendimento por volta das 14:00 Horas proporcionando várias opções aos visitantes que por lá passaram.

A noite de shows começou com o Ministério de Louvor da Igreja "Comunidade Bíblica da Paz", já convidando e agradando ao público que começou a se fazer presente para o principal objetivo dos grupos: elevar o nome do Senhor. Em seguida a Igreja Batista Independente, apresentada pelo Pastor Elias, mostrou seu trabalho atrávés dos rappers e grupo de dança "Impacto Jovem", trazendo também o público jovem à frente do palco. A Igreja Assembléia de Deus de Paranaguá também se fez presente através da Dulpa "Filhos da Promessa" com um contagiante louvor em ritmo de forró. A Igreja Assembléia de Deus de Matinhos assume então o palco e dá um grande show de louvor através do "Vocal Ágape" (vídeo), a "Orquestra Nova Vida" e o "Vocal Phyladelfia". À parte, o público presente também deu um show de participação, integração e respeito a todos que passaram pelo palco. Os músicos foram recebidos na Casa da Cultura para um agradecimento e coquetel. Hoje a Festa da Primavera fica mais uma vez por conta dos grupos gospel, entre eles: Banda da Igreja Batista Independente e a fantástica "Big Band Jazz Show", de Curitiba. O bom mesmo será estar lá e prestigiar...

sábado, 10 de outubro de 2009

Começou a Festa da Primavera


A Festa da Primavera de Matinhos teve início com a Missa da Copiosa Redenção celebrada pelo Padre Emerson na Igreja Matriz de São Pedro já na Quinta-Feira. A celebração contou com fiéis lotando a Igreja e com o carisma e dedicação do celebrante. Ontem as apresentações começaram às 15:00 Horas com a dupla estreante André Canelli e Hélvio Diniz, que mostraram um respertório atual de rock balada. Em seguida "The pubs", antes conhecido como "Pretenders", esbanjaram competência e segurança executando músicas para todos os gostos. Às 20:30 sobe ao palco o Coral Municipal de Matinhos, que mais uma vez dá um show de animação, fazendo com que o público participasse a todo o momento de suas performances. E para encerrar o dia de festa, o cantor Raí e a Banda Los Jhon fecharam com chave de ouro, num momento de muita musicalidade, interpretação e dedicação à arte. Hoje o palco passa, especificamente, às bandas gospel. Entre elas Banda da Assembléia de Deus, Vocal Phyladelfia, Grupos de Rap e Dança da Igreja Batista e a Dupla Filhos da Promessa. Além das apresentações artísticas a Festa ainda conta com barracas de alimentação, livros, CDs, artesanato e variedades. Um parque de diversão foi montado na praça e chama bastante a atenção da criançada. Amanhã você poderá contar com uma nova postagem contando como foi a noite de hoje. Até lá!!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Lançamento Oficial do Curso de Teatro

A Prefeitura Municipal de Matinhos dá mais um grande passo na reconstrução da identidade cultural da cidade e no investimento em novas possibilidades de profissionalização aos nossos moradores. Foi lançado oficialmente o Curso de Teatro da Casa da Cultura, em parceria com o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Litoral do Paraná - SINATED. O evento contou com a presença dos trinta alunos e o professor, Igor Soares, fantasiados para uma confraternização, e as autoridades comprometidas com o projeto. Na abertura o Diretor da Cultura, Delcio Ramos, falou sobre a realidade cultural de Matinhos e os trabalhos que vem sido desenvolvido pelo Departamento, além de mostrar um documentário sobre Matinhos gravado pela TV Sinal com a participação da aluna Geny Cunha. François Rios, representando o SINATED, destacou a importância do curso para o município e parabenizou a atual gestão pela iniciativa em apoiar um projeto de aprendizagem artística, ressaltando que o curso tem o total apoio e aval do órgão fiscalizador. O Secretário Municipal de Educação, Esporte e Cultura, Eduardo Fofonca, também em representação ao gabinete do prefeito Eduardo Dalmora, discursou sobre os desafios da Secrataria e da importância em ter uma equipe que trabalha com um mesmo objetivo. Também citou sobre o projeto que será desenvolvido na praia com informações e atividades específicas de saúde, cultura, meio ambiente e qualidade de vida, contando com a presença e apoio de todos. A produção do local contou com os efeitos de iluminação do Gerasom, dando uma ambientalização especial ao lançamento que encerrou com um coquetel de confraternização entre os participantes.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Capoeira "ZOEIRA NAGÔ" de Matinhos



A Capoeira é mais uma das artes que pode ser encontrada na Casa da Cultura de Matinhos. Tombada como Patrimônio Cultural do Brasil é uma Arte Marcial que combina elementos de dança com luta, corpo e alma, ao som de instrumentos e cânticos, seguindo um ritual específico, durante o qual se desenrola um “jogo”, dentro dum círculo formado pelos praticantes (a Roda). Surgiu como uma maneira de expressar a ânsia pela liberdade e ao mesmo tempo como uma forma de divertimento, tornando-se numa poderosa arma contra a opressão. Condenada e perseguida, a capoeira conseguiu superar os preconceitos do início do século e alcançar novos horizontes. É tida como uma das formas mais completas de trabalhar o corpo e a mente. A Capoeira conquista diversos espaços por todo o mundo, onde se pode encontrar adeptos dessa arte que ensina ritmo, força, disciplina, defesa, poesia e agilidade. Simboliza liberdade de expressão e mantém viva a essência de um povo que faz parte da história do Brasil e agora do Mundo. As escolas de capoeira de Matinhos pertencem ao grupo Zoeira Nagô e se reúnem para roda todas as Sextas-Feiras das 18:30 às 19:30 Horas no salão de artes da Casa da Cultura.
Na foto e vídeo: Gustavo Petrini (aluno formado) e Maykon Monteiro (aluno) por Delcio Ramos.

video

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Casa da Cultura de Matinhos

A “Casa da Cultura” antes denominada “Fórum do Artesanato” contava apenas com alguns artesãos que se mantinham no local para comercialização de seus trabalhos, além do grupo “Arte sem Fronteiras” da UFPR Litoral, em sala cedida nos fundos. O espaço superior estava vazio e completamente sem manutenção. O primeiro passo foi projetar algo mais específico e com fundamentação cultural. Em seguida foram feitas algumas reuniões com o pessoal que já se situava no espaço e propor uma estratégia de cooperativismo e integração, que foi prontamente aceita pelo grupo. Começava então aí um desafio. O Coral Municipal passou a fazer seus ensaios no salão superior e colaborar com a manutenção e adequação do local. Os artesãos também se mobilizaram no sentido de fazer um novo “lay-out” para o salão do artesanato.

A partir daí os projetos foram tomando corpo, os grupos se organizando e o espaço se transformando para dar lugar às atividades culturais específicas. Atualmente a Casa da Cultura já conta com, aproximadamente, 400 usuários diretos distribuídos no Coral Municipal, Artesãos, Oficinas de Atesanato, Curso de Teatro, Curso de Inglês Básico, Grupo de Capoeira, Curso de Fandango, Grupo da Terceira Idade e Exposições. O contato da Casa da Cultura é (41) 3971-6259 ou no próprio atendimento, localizado na Rua Albano Muller, 111.

Fandango - Dança Típica do Litoral do Paraná


O termo Fandango designa uma série de danças populares, chamadas de “marcas”, que presidem o encerramento das fainas de um “Pixirão” (mutirão) ou divertimento rotineiro de qualquer ocasião. No Paraná, os dançadores, denominados “folgadores” e “folgadeiras”, executam as variadas coreografias que configuram as danças e lhes dão nomes determinados: Anu, Andorinha, Chimarrita, Tonta, Caranguejo, Vilão do Lenço, Sabiá, Marinheiro, Xarazinho, Xará Grande, etc. O acompanhamento musical é feito com duas violas, uma rabeca e um pandeiro rústico, chamado adufo e maxixe. As Violas possuem geralmente cinco cordas duplas e mais meia corda, a que chamam turina e são construídas de madeira denominada caxeta com requintes de acabamento artístico. A Rabeca tem três cordas, ou às vezes quatro. É também feita de caxeta, esculpida em madeira maciça, tendo o braço e o arco de canela preta ou cedro. O Adufo é coberto com couro de cotia ou de mangueiro (cachorro do mangue) sendo de salientar a superioridade do couro da cotia. Os cantos a duas vozes são “tirados” pelos violeiros, que reproduzem versos tradicionais ou improvisam letras circunstanciais. As coreografias, uma grande roda ou pequenas rodas fileiras opostas, pares soltos e unidos. Os passos podem ser valsados, arrastados, volteados, etc., entremeados de palmas e castanholar de dedos. 


O sapateado vigoroso é feito somente pelos homens, enquanto as mulheres arrastam os pés e dão volteios soltos.O Fandango chegou ao litoral do Paraná com os primeiros casais de colonos açorianos e com muita influência espanhola, por volta de 1750 e passou a ser batido principalmente durante o Intrudo (percussor do Carnaval). Nestes 04 dias a população não fazia outra coisa senão bater o Fandango e comer Barreado, que é um prato típico a base de carne e toucinho. Três séculos já se passaram e nesse correr dos anos, o Fandango paranaense, tornou-se uma dança típica do caboclo litorâneo, folclórico por excelência. Sua coreografia possui características comuns, com nomes e ritmos fixos para cada marca, ou seja, uma suíte ou reunião de várias danças, que podem ser bailadas (dançadas) ou batidas (sapateadas), variando somente as melodias e textos.



quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Curso de Inglês na Casa da Cultura


A "Casa da Cultura" de Matinhos é um centro de atividades artístico-culturais em suas formas de apresentação e preocupação de aprendizagem. Não basta evidenciarmos os "fazedores" de cultura de nossa cidade mas também proporcionarmos conteúdos que levem a observar novos horizontes, novas formas de visão, novas oportunidades para a adaptação e adequação de outras idéias. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura está disponibilizando quatro Cursos Básicos de Inglês à populaçao interessada. Todos os cursos serão administrados na Casa da Cultura em horários diferentes para uma abrangência maior de público. É importante observar que as vagas são limitadas em 12 alunos por turma. Os cursos serão assim distribuídos:


Segunda e Sexta-Feira das 8:30 às 10:00 - Infantil (8 à 12 anos)
Segunda e Sexta-Feira das 10:00 às 11:30 - Preparação Pré-Vestibular
Segunda e Sexta-Feira das 13:30 às 15:00 - Preparação Pré-Vestibular
Segunda e Quarta-Feira das 15:00 às 17:30 - Inglês Básico Juvenil e Adulto


A matrícula deve ser efetuada até o dia 05/10 (Segunda-Feira), no horário das 9:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 Horas. Só serão efetivadas as 12 primeiras matrículas.

Taxa de Inscrição Simbólica: Um pacote de copos descartáveis

FESTA DA PRIMAVERA DE MATINHOS

Mais informações: http://matinhoscaioba.blogspot.com/2009/10/1-festa-da-primavera-praca-central-de.html

Irmãos Knauber - Artistas de Matinnhos

Cíntia (13), Larissa (11) e Vinícius Knauber (9) são um exemplo vivo de que a arte é um elemento fundamental no processo de desenvolvimento do ser humano, na sua capacidade de análise e compreensão do mundo. Incentivados pela mãe, D.Joceli, os três já se destacam no Litoral Paranaense com apresentações de música em voz e cordas, pois cantam e tocam instrumentos como violão e cavaquinho. Além de se apresentarem juntos, sempre por vontade própria, os irmãos ainda participam do Coral Municipal de Matinhos, aulas de Capoeira, curso de Pintura em Tela, Curso de Teatro de Bonecos, Oficinas de Artesanato, Computação e, não podendo estar de fora, aulas de Catequese na Igreja que freqüentam. Demonstram paixão em tudo o que fazem e são acompanhados de perto pelo carinho e dedicação da mãe, que os motiva ao comprometimento e interesse pelo que fazem. Receberam aulas de instrumentos do tão conhecido músico matinhense Silo Ramos, que há tanto vem se dedicando à arte popular; e aulas de canto do Professor Delcio Ramos, também regente do Coral Municipal. Os Irmãos Knauber já se apresentaram em várias festas como: Festa de Sant’Ana de Caiobá, Festa de São Pedro, Festa da Sororoca, Recital da Casa da Cultura, Festa da Sororoca, Matinfest, Casa da Cultura de Guaratuba, entre outras. Os pequenos artistas procuram ainda outras oportunidades para que possam mostrar seus talentos e pensam em continuar seu aprimoramento na construção do conhecimento da música, “desde que não atrapalhe suas notas na escola” – diz a mãe. O empenho, colaboração e até mesmo investimento de empresas que acreditam e incetivam a arte tem neles uma grande oportunidade de se orgulharem de serem “cidadãos da bela Matinhos”. Para contatar ou contratar os Irmãos Knauber, qualquer pessoa pode ligar na Casa da Cultura de Matinhos (41 3971-6259) e solicitar o telefone da família artista.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...